segunda-feira, janeiro 23, 2006

Cavaquistão


Todos gostam de futebol.
Ontem queimaram bruxas.
Porque o padre mandou, perseguiram e queimaram judeus.
Denunciaram à Pide os vizinhos que achavam que eram comunistas.
Denunciam ao chefe os colegas que acham que são sindicalistas
Vivem no litoral mas têm as raízes no interior. Já emigraram ou têm familiares emigrados.
Na escola primária estendiam o dedo acusatório contra os parceiros e eram os primeiros a dizer eu não fui.
Pedem sempre desculpa a quem manda. Mesmo quando não fizeram nada pedem perdão.
Rezam em Fátima. Rezam na igreja. Rezam em casa. Rezam no hospital. Por isso acham normal que um hospital não tenha uma incubadora mas tenha uma capela.
Baptizam os filhos e casam na igreja. Quando morrem são velados junto ao crucifixo.
Não são racistas mas não gostavam que as filhas casassem com um preto. A maior parte ainda diz “a nossa africa” e acredita que as colónias estavam melhor quando eram administradas por Lisboa. No íntimo e para si, guardam a convicção obtusa que as pessoas que têm a pele mais escura merecem menos respeito. Por isso apreciam tudo o que vem do “estrangeiro” sendo o estrangeiro todos os países com pessoas louras e de olhos azuis.
São em geral pouco instruídos. Não tiveram acesso à formação e não procuram ter.
Metem cunhas para os filhos poderem trabalhar.
Gostam de beber vinho e cerveja. Acham que o melhor vinho é o produzido dentro do país e que as melhores comidas são as deles.
Respeitam as autoridades sejam fardadas de verde GNR seja de bata branca do doutor. Gostam de receber prendinhas e de tudo o que seja à borla.
São machistas independentemente do sexo. Todos eles se acham bons amantes e garanhões. Elas toleram o adultério no masculino mas ostracisam as outras mulheres que se deitam com quem querem
Gostam de fado, de telenovelas e de ranchos folclóricos.
Pedem dinheiro aos bancos onde gostavam que os filhos trabalhassem, para comprarem os carros e as casas que foram eles próprios que construíram.
Vibraram com o euro 2004.
Ficam no trabalho até depois da hora quando o chefe e o patrão está presente. Só se sindicalizam quando obrigados. Lambem as botas a quem manda e pela promoção são capazes de tudo.
Dão excelentes capatazes mas são incapazes de gerir.
Quando bebem demais ficam violentos e alguns batem nas mulheres.
Gostam de exibir os automóveis como prolongamentos do ego.
Consideram-se a si próprios como bons trabalhadores. Em todos os aspectos, acham-se melhores que a média. Pensam que o subdesenvolvimento do país em que vivem tem haver com o facto dos seus conterrâneos não gostarem de trabalhar.
Lêem jornais desportivos ou de distribuição gratuita.
Tem orgulho em Portugal e sabem de cor o hino do seu país. Muitos têm uma bandeira vermelha e verde.
Na versão masculina sonham com um aumento, com um carro topo de gama, com uma pila mais comprida e com uma amante brasileira.
Na versão feminina sonham com uma casa de férias, com novos cortinados para a sala, com menos dez quilos de peida e que o seu homem voltasse a gostar delas.
Ontem votaram no Cavaco
Hoje estão satisfeitinhos da vida com a merda que fizeram.
Cada povo tem o que merece.
Oguente-se.

11 Comments:

Blogger Horas Vagas said...

Não estás à espera que eu comente isto, não?
Devias era ter dedicado tempo e palavra a realçar a GRANDE Vitória do Jerónimo frente ao Louçã! Estive a torcer até ao fim!!
Com esta é que os Bloquistas não estavam à espera!!

17:49  
Blogger Unknown said...

A luta continua! Amanhã. Hoje estou de nojo.

17:57  
Blogger Dina Almeida said...

EU GOSTO DA MINHA PEIDA GORDA E DOS MEUS CORTINADOS DA SALA, NÃO PRETENDO TROCÁ-LOS! PRETENDO TROCAR A MENTALIDADE DOS PORTUGAS. MAS É PRETENSIOSISMO!

19:23  
Blogger R. said...

É uma tristeza... é a única coisa que posso dizer...

mas eu caguei na cena da peida, gosto dos meus cortinados, não votei nele e vou ter que comer com a besta...
Isso é que é injusto!

19:54  
Blogger blimunda said...

Oh pá eu tb quero emagrecer 10 kgs!!! Será que isso quer dizer alguma coisa?!

22:18  
Blogger pinhacolada said...

Ora aqui está o princípio daquilo que sempre foi o objectivo dos cavaquistas: reinventar o salazarismo no sec.XXI, aniquilar a classe média, alargar o fosso entre ricos e pobres e aumentar as fortunas dos grandes à custa do zézinho.
Conheço alguns com pensões de miséria, que vão às 5 da manhã para a porta do centro de saúde para terem consulta, que esperam anos por vez no hospital, que foram combater numa guerra sem saber porquê, que na 2ª metade do mês só comem uma refeição por dia, que votaram neste fascista, no gajo que entregou de mão beijada aos amigos os dinheiros de bruxelas,para se encherem de luxos e se pindericarem nas praias dos tomates da puta que os pariu! Mas nunca se interrogaram porque é que as benesses nunca lhe tocaram a si. É só exigir sacrifícios aos mesmos, que isto está mal e tal...Então, e de quem é a culpa?
Dos que trabalham ou dos que os chulam?
Se isto fosse um país com colhões já tinha havido porrada da grossa!!Mas não, isto é uma democracia e temos que aceitar a vontade do povo e este escolheu irracionalmente "o D.Cavaquistão" ou "o Salvador" intoxicado pela comunicação social do sr.Balsemão e afins. Puta que os pariu !

22:21  
Blogger benwillis4122 said...

I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. So please Click Here To Read My Blog

http://pennystockinvestment.blogspot.com

01:56  
Anonymous Anónimo said...

pior que os que tu retrates neste post sao aqueles (e eu ouvi alguns) que dizem:

"nunca votei num cadidato de direita mas desta vez vai ter de ser pq o Cavaco e' o unico gajo de jeito que pode endireitar isto...."

Esse tipo de atitude sim me deixa F***DO :|

A luta continua e agora mais atento que nunca!


Sf

11:16  
Blogger CM said...

Parabéns pela descrição perfeita da maioria do povo português. Acho que é a melhor e mais completa que li até hoje.
A democracia é o cumprimento da vontade do povo. Se quisermos adoptar a postura do snob intelectual, podemos dizer que o povo, coitado, não sabe melhor.
Se quisermos ser realistas teremos que concordar com o pinhacolada: isto é produto de políticas anteriores, desenvolvidas de propósito, ou apenas por incompetência: o fosso cada vez maior entre ricos e pobres que, para as nossas "elites" interessa manter, não é apenas financeiro - é intelectual, educacional e moral. Tudo isto contribui para a manutenção do status quo que serve apenas a alguns, o tal "salarismo do séc.XXI" feito de submissão ao sistema.

11:56  
Blogger Cleared For Take Off said...

Olha que também temos o Zé Povinho que pensa que o proletariado é que é, e que os patrões são todos um bando e chulos e que o futuro está todo na indústria. E que vão mostrar a essas multinacionais quem é que manda. Mas tá fixe :)

10:59  
Anonymous Anónimo said...

Genial dispatch and this enter helped me alot in my college assignement. Gratefulness you on your information.

17:24  

Enviar um comentário

<< Home

Flatulências a partir de 28/01/2006